topo

seja bem-vindo

............................................... ...............................................

ANTEPROJETOS DE LEI CONTRA MAUS CONSTRUTORES

PEC DA CELERIDADE PEC DA CELERIDADE EMENTA: ―As mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal nos termos do § 3° do Art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte Emenda ao texto constitucional: Art.1°- O Art. 59da CF passa a viger com a seguinte redação: Art. 59 – §1°..................... .................. §2° - Todas as proposições que tramitam no Senado Federal,na Câmara dos Deputados, Assembléias Legislativas e Câmaras Municipais por mais de dois anos e um dia, deverão ser incluídas pelos Presidentes das respectivas Casas de Leis para apreciação do povo brasileiro no plebiscito que ocorrer com a próxima eleição do pais. As proposições aprovadas no plebiscito serão promulgadas pelo Presidente do Congresso Nacional, Presidentes das Assembléia Legislativas e Câmaras Municipais no prazo máximo de trinta dias contados da data do plebiscito e entrarão em vigor a partir da publicação em Diário Oficial da União, dos Estados e Municípios. Art 2° - É incluído no Art 103B da CF o inciso VIII, passando a viger com a seguinte redação: Art 103B- VIII - receber dos tribunais estaduais e federais a relação dos processos em tramite por mais de dois anos e um dia e determinar a estes tribunais que os incluam no regime de mutirão, com uso do sábado, domingo e feriados. O sentencia mento deve ocorrer no prazo máximo de seis meses, sob pena de intervenção do CNJ. Quando as pessoas se unem,a fé aumenta,a dor diminui,a esperança aparece e o amor resplandece. Quando as pessoas se unem,a fé aumenta,a dor diminui,a esperança aparece e o amor resplandece.

MENUS

frase de bispo

INFORMATIVO:

MANDE SEU COMENTÁRIO

MANDE SEU COMENTÁRIO

quarta-feira, 16 de março de 2011

Conheça o megaesquema de segurança para Obama em visita ao Brasil

Além de agentes do Serviço Secreto dos EUA, polícias Federal, Militar e Civil e Forças Armadas darão apoio à escolta do presidente.
Presidente dos EUA, Barack Obama será escoltado por agentes do Serviço Secreto norte-americano, com apoio das polícias Federal, Militar e Civil
A visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao Brasil, entre os dias 19 e 21, contará com um megaesquema de segurança, especialmente montado em cooperação entre as autoridades brasileiras e norte-americanas. Além do Serviço Secreto dos EUA, responsável pela escolta de seu presidente, o aparato contará com um pool de policiais federais, militares, civis e militares das Forças Armadas, no que é chamado de “segurança combinada” no jargão militar. A coordenação nacional ficará a cargo de um oficial superior do Exército.

A “segurança aproximada” do presidente dos Estados Unidos é feita unicamente por agentes do Serviço Secreto americano. São eles que ficarão próximos a Obama em todos os momentos, em seus deslocamentos e em qualquer ambiente público, durante o tempo no Brasil. Sempre sem armas aparentes, também ocuparão os corredores do hotel e estarão em frente à porta da suíte presidencial, por exemplo.

O esquema completo, porém, ainda sendo montado em conjunto com as autoridades brasileiras, e contará com policiais federais brasileiros e apoio das polícias Militar e Civil, das Forças Armadas e da Guarda Municipal, no Rio.

Bope e Antibomba

A equipe de segurança de dignitários Delegacia de Defesa Institucional (Delinst) da Polícia Federal brasileira deve ocupar a portaria e entradas do hotel, e fará um segundo anel de segurança de Obama e de sua família. No Rio, policiais militares de unidades de elite, como o Bope e o Grupamento Tático de Motociclistas (GTM) vão integrar a segurança de área. Caberá à PM fechar avenidas por onde passará o comboio de carros de Obama, de sua segurança e da comitiva, abrir caminho com batedores em motocicletas e fazer o patrulhamento ostensivo das ruas – menos cheias, por se tratar de fim de semana. Especialistas em explosivos da Divisão Antibomba da Polícia Civil também estão designados. Outros policiais civis e a Guarda Municipal completam o esquema, em tarefas secundárias.

As Forças Armadas devem colaborar com pessoal à paisana (segurança “velada”) e fardado, com o possível uso de blindados, reforçando o patrulhamento nos itinerários e ajudando no balizamento do trânsito. Atiradores de precisão (snipers, ou “caçadores”, no jargão militar), espalhados por lugares estratégicos, vão formar duplas e ocupar “pontos dominantes”. Eles estarão nesses lugares altos, com visão privilegiada, na Cidade de Deus, favela de UPP que visitará, e na Cinelândia, onde ocorrerá o discurso de Obama ao público brasileiro. É possível que Obama discurse atrás uma proteção blindada, como fez Bill Clinton em visita à Mangueira, em 1997.

Em Brasília, a Marinha fará a segurança do perímetro lacustre no Lago Paranoá, onde fica o hotel previsto para hospedar a comitiva na capital. Estuda-se ainda o uso de embarcações na patrulha da orla do Rio.

Carro superblindado

Com o intuito de despistar ameaças, são designados sempre três roteiros de deslocamento distintos. A mais alta autoridade dos EUA só anda em veículos próprios, daí a razão dos cinco helicópteros serem transportados de navio ao país. Também serão trazidas duas limousines presidenciais ultrablindadas, chamadas de USA One – a exemplo do avião presidencial Air Force One – ou pelo apelido de “A Besta”. São espécies de tanques sobre rodas.

O carro de Obama anda escoltado por ao menos seis utilitários Suburban pretos, com equipes de atiradores portando fuzis e óculos e visão noturna, que circulam com os vidros do porta-malas abertos. Os carros têm teto retrátil, para permitirem o eventual uso de metralhadoras de grosso calibre, que sobem em uma plataforma, como se fossem carros de combate.

A equipe de Obama vai trazer ainda cães farejadores – na visita à Índia foram levados 30, um dos quais, causou polêmica entre muçulmanos locais por ter nome muçulmano (cães são tidos como sujos pelos religiosos).

Um time precursor de Obama esteve no Rio semana passada para definir o esquema de segurança durante a visita à cidade. O grupo, formado por agentes do Serviço Secreto, se reuniu no Consulado dos EUA no Rio e visitou locais aonde Obama deve ir.

Alta tecnologia para impedir ataques em hotel

O hotel onde Obama vai ficar terá a segurança muito reforçada, com aparatos de alta tecnologia trazidos pelos americanos, como scanners para identificar armas e explosivos e equipamentos para impedir ataques com armas químicas, biológicas e radiológicas ao local.

A ideia do presidente americano era ficar em um lugar em que possa combinar privacidade e segurança. Na zona sul, pode ser difícil encontrar esse local. Um dos locais estudados foi o Sheraton, na Avenida Niemeyer, entre Leblon e São Conrado, mas seria necessária a ocupação da favela do Vidigal pela polícia fluminense, o que praticamente levou ao descarte da alternativa. Hotéis na Barra da Tijuca podem ser uma opção, além dos tradicionais de Copacabana.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/conheca+o+megaesquema+de+seguranca+para+obama+em+visita+ao+brasil/n1238166166515.html

Dê um play aqui, e ouça...

>>>>>>>>>>>>>

PESQUISE POR AQUI...

BARRA DE VÍDEOS MILITARES

Loading...

Arquivo do blog